GCM intensifica a fiscalização contra mototaxistas irregulares

A Guarda Civil Municipal (GCM), com apoio da Polícia Militar, estiveram na manhã desta terça-feira (25) realizando operação com intuito de fiscalizar possíveis mototaxistas e agências de moto táxi irregulares, sem alvará de funcionamento expedido pela Prefeitura de Botucatu. Na ação foram autuados 8 mototaxistas que realizavam transporte de passageiro remunerado com veículo não cadastrado para esse fim, 7 motos foram apreendidas e um auto de advertência lavrado.

De acordo com o comandante da GCM, Sérgio Bavia, foram verificados desde as condições de higiene dos estabelecimentos até os itens de segurança oferecidos aos mototaxistas e passageiros. “Além do capacete, o mototaxista deve oferecer toucas descartáveis que podem ser usadas ou não pelo passageiro. O profissional deve utilizar colete de identificação e o veículo estar devidamente adesivado”,  ponderou Bavia.

O comandante também aponta que foi verificado se a moto possui o “mata cachorro”  (protetor de motor que também resguarda as pernas do condutor) e a antena que evita que linhas de pipa com cerol atinjam o motociclista e passageiro. “As fiscalizações serão constantes com o intuito de oferecer segurança aos usuários do serviço de mototáxi”, detalha o comandante.

“Mototaxistas que tenham alguma pendência e queiram regularizar sua situação para realização da atividade profissional na cidade devem procurar a Guarda Civil Municipal”, complementou o comandante.

Veja também: