Casal acaba preso pela DISE em operação no Parque Marajoara

Para fazer a apreensão dos entorpecentes, os policiais civis, após um trabalho do setor de inteligência da delegacia especializada e munidos de um mandado de busca e apreensão expedido pela justiça, deram voz de prisão a um casal no Parque Marajoara

Uma operação deflagrada pelos investigadores da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE) Pelares João e Walmir, comandada pela delegada Simone Alves Firmino, apreendeu 500 gramas de cocaína (que daria para fabricar 1.500 porções), 42 parangas de maconha, 7 pinos de cocaína, 13 pedras de crack e R$ 150 em dinheiro, que seria oriundo da venda de drogas.

Para fazer a apreensão dos entorpecentes, os policiais civis, após um trabalho do setor de inteligência da delegacia especializada e munidos de um mandado de busca e apreensão expedido pela justiça, se dirigiram até uma residência na Rua Seis, região do Parque Marajoara, onde estava havendo o tráfico de entorpecentes.

Os policiais entraram na casa e pegaram um casal de surpresa, que não teve tempo de esboçar nenhuma reação de fuga. Na revista feita pela casa, a droga foi encontrada no quarto do casal. Foram presos Evandro Carlos Leonel, de 38 anos, que já é conhecido nos meios policiais por envolvimento com o tráfico de drogas, e Sandra C. O. Dionysio, de 30 anos, que havia sido denunciada várias vezes.

Depois de prestar depoimento, Evandro foi indiciado em flagrante de tráfico de entorpecentes e conduzido à cadeia transitória de Itatinga. Já Sandra foi recolhida à cadeia de Porangaba. Nessa operação foi necessário que a delegada Simone Firmino acionasse o conselho tutelar, já que a indiciada é mãe de uma criança de 10 anos de idade.

Divulgação
Casal não teve tempo de esboçar nenhuma reação de fuga e a droga foi encontrada no quarto da casa

Veja também: