Vigilância Ambiental em Saúde irá levantar índice de infestação do Aedes aegypti

Redação Diário | Diário Botucatu

Vigilância Ambiental em Saúde (VAS) de Botucatu irá realizar o Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa), um mapeamento dos índices de infestação do mosquito, recomendado pelo Ministério da Saúde.

O levantamento será realizado na primeira quinzena de outubro, e a expectativa da VAS é de visitar aproximadamente 2,4 mil imóveis em todo o Município. Com o resultado será possível verificar quais regiões possuem maior infestação do mosquito transmissor da Dengue, Zika, Febre Amarela e Chikungunya. Além desta amostragem, o levantamento irá identificar quais os recipientes existentes nos domicílios que são potenciais criadouros de mosquitos.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a classificação de infestação predial é determinada da seguinte maneira: 0 a 1% dos imóveis com larvas positivas – satisfatório; 1,1% a 3,9% – sinal de alerta; acima de 3,9% – risco de epidemia.
O LIRAa não é uma atividade de rotina para monitoramento em saúde ambiental, por isso algumas regiões da cidade que já foram monitoradas nos últimos 30 dias, poderão receber novamente a visita dos agentes de combate as endemias.

É importante que a população receba a visita dos agentes, pois são profissionais capacitados para identificar os possíveis criadouros de mosquitos, que muitas vezes não é percebido pelos moradores. Durante as visitas, os agentes da VAS também poderão acolher as demandas da população e identificar outros problemas relacionados à Saúde que necessitam de orientação e intervenção do Poder Público.

Veja também: