Unidade de AVC do HCFMB recebe capacitação para o Projeto Angels

Divulgação

No mês de novembro, os profissionais da Unidade de AVC e do Pronto-Socorro Adulto do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) passaram por uma capacitação para o Projeto Angels, iniciativa mundial de aperfeiçoamento no atendimento a pacientes com Acidente Vascular Cerebral agudo, proposta pela Sociedade Brasileira de Doenças Cerebrovasculares.

Este curso foi organizado pela enfermeira responsável pela Unidade, Natália Factori, com o apoio logístico do Núcleo de Capacitação e Desenvolvimento de Recursos Humanos (NUCADE-RH), e o conteúdo foi voltado para a capacitação no atendimento do AVC, a partir do transporte pré-hospitalar ao intra-hospitalar, as metas de tempo e fluxograma de atendimento.

A capacitação foi ministrada por Flávia Gomes Pires Cardoso, enfermeira e educadora científica do Projeto Angels, que surgiu na Alemanha e veio ao Brasil em 2016, a princípio, atuando em 10 Hospitais, passando para 80 em 2017 e, segundo Flávia, a perspectiva para o ano que vem é atingir a marca de 110 instituições. O Projeto veio para o HCFMB através de uma prospecção com a indústria farmacêutica responsável pela plataforma.

“O objetivo do Projeto é a sensibilização e a capacitação do reconhecimento do AVC não só pela equipe assistencial, mas também pelo setor administrativo. Quando há dificuldades no reconhecimento dos sinais e sintomas do AVC pelas pessoas, o tratamento acaba sendo prejudicado. Como aqui é um Hospital Universitário que possui tratamento avançado desta patologia, viemos mais para reciclar o conhecimento já adquirido pelos profissionais”.

O Projeto Angels possui várias etapas: primeiramente, há uma visita diagnóstica para conhecimento dos processos de qualidade e como é feito o atendimento na teoria e na prática. Em seguida, são elaborados os treinamentos teóricos de capacitação de todos os núcleos envolvidos (o que foi realizado no HCFMB) e, posteriormente, há um trabalho de monitoria mensal durante 1 semestre para que o hospital possa ganhar a certificação.

De acordo com o médico coordenador da Unidade de AVC Dr. Rodrigo Bazan, o HCFMB será um dos hospitais pioneiros nesta certificação. “Esta plataforma se destina a centros de excelência como o nosso, num projeto de educação continuada em AVC para, num futuro breve, termos uma certificação nacional e internacional (Join comition). Já somos uma unidade credenciada e reconhecida pelo Ministério da Saúde desde 2015, porém o processo de educação continuada e melhoria constante deve sempre acontecer”, finaliza.

(Com assessoria)

Veja também: