Secretaria Municipal de Saúde investiga dois casos de Leishmaniose Visceral Canina

Redação Diário | Diário Botucatu

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Ambiental em Saúde e da Unidade de Vigilância de Zoonoses, acompanha dois casos de cães com Leishmaniose Visceral na região Norte do Município.  Ainda não há registros da presença do vetor da doença em Botucatu, o Mosquito Palha, mas por conta destes dois casos, a Superintendência de Controle de Endemias (SUCEN), fará uma varredura na cidade.

 

Durante a Campanha de Vacinação Antirrábica, a Unidade de Vigilância de Zoonoses, em parceria com Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Unesp de Botucatu, realizou a colheita de sangue de vários cães da região onde ocorreram os casos, para análise de outros possíveis portadores da doença.

 

Veja também: