Gripe: Crianças foram as menos imunizadas em Botucatu

Campanha de vacinação foi prorrogada até o dia 9 de junho por ordem do Ministério da Saúde e quem ainda não tomou deve procurar uma unidade de saúde

Redação Diário | Diário Botucatu

O Ministério da Saúde anunciou nesta sexta-feira (26) que irá prorrogar a campanha de vacinação contra a gripe por mais quinze dias, até 9 de junho. A medida foi adotada já que a meta estipulada de 90% de imunização não foi alcançada por nenhum estado brasileiro.

Segundo dados do próprio Ministério, apenas 63,6% de a população alvo recebeu as doses da vacina. Em Botucatu a imunização está em 61%.

O último balanço feito em todo o país mostrou que, dentre os grupos que são alvo da campanha, os idosos foram os que mais procuraram pela vacina e 72,4% foram imunizados. Já do lado oposto, está o grupo menos vacinado, que foi o das crianças, com cobertura de 49,9%.

Em Botucatu aconteceu o mesmo, os idosos foram os que mais receberam as doses das vacinas – 70% do total; enquanto com as crianças a adesão foi baixa: 37% apenas foram imunizadas.

A vacina disponibilizada pelo governo brasileiro protege contra os três subtipos do vírus da gripe determinados pela Organização Mundial da Saúde para este ano (A-H1N1, A-H3N2 e influenza B). A dose é segura e também é considerada uma das medidas mais eficazes na prevenção de complicações e casos graves de gripe. Apenas pessoas alérgicas a ovo não devem tomar a vacina.

Neste ano fazem parte da campanha as crianças de seis meses a cinco anos, gestantes, puérperas (mulheres que tiveram bebê há 45 dias), indígenas, profissionais da saúde, doentes crônicos, além dos professores. As doses também são permitidas aos policiais civis e militares, bombeiros, funcionários do Poupatempo e dos Correios.

Quem faz parte destes grupos e ainda não tomou a vacina, deve procurar uma unidade de saúde até o dia 9 de junho das 8 às 18 horas. Levando a carteirinha de vacinação e documento pessoal. (Com Assessoria)

 

Veja também: