“Por isso a política está desacreditada”, desabafa Trigo

O vereador do PDT afirma que estão tentando confundir a população sobre discussão de plataformas de ônibus

Sidney Trovão
O vereador do PDT afirma que estão tentando confundir a população

Por telefone, na tarde de ontem (28), o vereador Carlos Trigo (PDT) desabafou sobre a rejeição de seu Requerimento e negou viés político na questão, colocando-se como defensor dos portadores de necessidades especiais e interessado em resolver a questão já, independente do contrato com as empresas responsáveis pelo transporte coletivo urbano ser rescindido ou não em Botucatu.

“Acho que por isso que a política está desacreditada, o que é certo as pessoas tentam distorcer totalmente e tentam provar o contrário, não consigo entender, não tem nada a ver, fazer manutenção e rescisão de contrato são coisas diferentes, estão misturando as coisas porque não tem o que falar e tentam distorcer para confundir a cabeça das pessoas e fazer acreditarem em mentirosos, o que tem um pedido de reforma, manutenção, conserto com rescisão que já está na justiça? Cada caso é um caso”, declara.

O vereador do PDT também lembrou sobre ter feito um Requerimento no final do ano passado para o então prefeito João Cury Neto (PSDB), solicitando que cobrasse da empresa e da secretaria de Mobilidade Urbana para que fossem feitos consertos, reparos, manutenção constante, mas alega que “nada foi feito”.

“Apresentei novo Requerimento, desta vez para o prefeito novo e também para pedir uma solução, porque os cadeirantes continuam enfrentando dificuldade, sem ter como pegar o ônibus. A resposta da Prefeitura que é feita semanalmente a revisão dos elevadores dos cadeirantes, não sei quem respondeu isso para eles. Onde isso é feito? Tem muitos quebrados. Tem carro com elevador soldado, que nem conserto tem mais. Esgotou tudo que podia ser feito e depois de tudo a resposta não é convincente”, alega Trigo.

Leia mais: