Pardini avalia 100 dias de governo e anuncia edital de rescisão com empresas de ônibus

Prefeito de Botucatu também comunicou que depósitos de bebidas terão funcionamento limitado até 22 horas de segunda a sábado e até 14 horas aos domingos

Sidney Trovão
Mário Pardini: “Sabemos como isso começa, mas não sabemos como termina. Temos que falar a verdade para a população”

Na manhã de ontem, quarta-feira (12), o prefeito Mário Pardini (PSDB) concedeu entrevista coletiva no auditório Cyro Pires, na Prefeitura de Botucatu, com a presença de secretários, para falar sobre os 100 dias de governo, marcados na segunda-feira (10). A surpresa ficou por conta do anúncio de que hoje, quinta-feira (13), será publicado edital oficializando o rompimento de contrato com as empresas São Dimas e Stadtbus, responsáveis pelo transporte coletivo urbano. As mesmas terão, por decreto, que prestar serviços durante 180 dias, prazo para que seja feita nova licitação.

“Essas empresas provavelmente entrarão na justiça para continuar. Sabemos como isso começa, mas não sabemos como termina. Temos que falar a verdade para a população. Não dá para saber ao certo quanto tempo vai levar”, afirma o prefeito.

Outra novidade foi sobre o funcionamento de depósitos de bebidas, que estará limitado até 22 horas de segunda a sábado e até 14 horas aos domingos. A medida foi tomada pensando na redução do consumo de álcool entre adolescentes.

O prefeito também comentou sobre a economia gerada com redução de aluguel de prédios públicos, diminuição de secretarias e de cargos comissionados, além dos avanços na saúde com redução com tempo de espera no atendimento e aumento do efetivo da GCM. Ele também reafirmou seu compromisso com geração de empregos e construção de casas populares, além da construção de novas escolas para funcionar em tempo integral.

Articulação junto aos Correios para evitar o fechamento da unidade de Rubião Júnior, gestão para evitar o fechamento de agência do Banco do Brasil na Vila dos Lavradores, abertura do Distrito Industrial IV, aproximação com agentes ambientais, hortas comunitárias, programa de asfalto, retomada da obra da Rodovia Gastão Dal Farra e atividades supervisionadas no INCA, Ginásio Municipal e Praça da Juventude, também foram assuntos abordados.

Confira outros temas da avaliação dos 100 dias de governo completados ao lado do vice-prefeito e secretário de Infraestrutura André Peres:

Gestão

O prefeito iniciou a entrevista coletiva falando sobre redução de cargos comissionados e secretarias (R$ 1 milhão/ano), redução de gastos com aluguel (R$ 700 mil/ano – 1ª fase) e corte de custos com serviços da Monte Azul (R$ 4 milhões/ano). Segundo ele, 15 prédios foram devolvidos e outros 33 tiveram redução de 30% no aluguel. Citou ainda a licitação da folha de pagamento, processo licitatório com 78 lances e receita de R$ 5.040.000,00 para o tesouro.

 

Segurança I

Pardini destacou o programa GCM nas Ruas, através do remanejamento de servidores públicos municipais, fazendo com que o número de agentes da Guarda Civil Municipal atuando nas ruas tenha dobrado, passando de 28 para 56 guardas civis. Também comentou a retomada da Atividade Delegada, convênio que permite que policiais militares possam desempenhar suas funções também durante seus horários de folga.

 

Segurança II

Outro ponto foi o Projeto de Lei Festas Clandestinas, que proíbe e estabelece sanções para festas sem autorização, onde haja cobrança de ingresso e comercialização de bebidas alcoólicas, além do já citado decreto sobre abertura de depósitos de bebidas. Para a Cecap, anunciou reforço do patrulhamento, alvarás com limitação de funcionamento de bares até 18 horas, instalação de câmeras e operações sistemáticas na região, visando combater a exploração da prostituição e o consumo e tráfico de drogas.

 

Saúde I

De acordo com o prefeito, há redução no tempo de espera por atendimento e citou como exemplo que no pronto socorro adulto, para os casos menos graves, em março de 2016 eram 2 horas e 14 minutos, sendo hoje de 1 hora e 18 minutos. Mas reconheceu que há muito a ser feito. Falou da formação de grupo de trabalho para redefinir o modelo atual de acolhimento e agendamento de consultas na rede básica e previsão de visita ao modelo implantado em Curitiba.

 

Saúde II

Ainda sobre a área da saúde, Pardini contou sobre o início da construção de uma sala de situação para implantar monitoramento do setor, acompanhar os atendimentos no pronto socorro e nos postos de saúde, além de estudos para implantar central de monitoramento por câmeras de todas as unidades da rede municipal.

 

Habitação I

Sobre esse setor foi comentado sobre o início das obras do Residencial Paratodos, com 337 moradias de interesse social e benefícios do programa Minha Casa Minha Vida, a meta de construir 2.000 moradias e assinatura de protocolo com intenções que prevê parceria com a construtora Ecovita, que a cada 300 unidades construídas, fornecerá mão de obra para a construção de uma escola de tempo integral.

 

Habitação II

Assinatura de diretriz com a construtora Ecovita para empreendimento com 358 unidades (previsão 2º semestre) – primeiro conjunto totalmente acessível. Aquisição de 21 alqueires para construção de moradias (1 alqueire/50 casas). Processo em tramitação para construção de 500 unidades (Cachoeirinha).

 

Educação

Foi reafirmado o compromisso de construir mais duas escolas em tempo integral e ampliação do Programa Contra Turno para 22 escolas do ensino fundamental.