Marina Silva & Bolsonaro: desafio é ser grande em SP

 

Redação Diário | Diário Botucatu

Num momento em que os políticos tradicionais estão com a imagem bem arranhada junto ao eleitor, a maioria das legendas busca nomes novos para reciclar o cardápio eleitoral. Marina (REDE), no arco de centro-esquerda, e Jair Bolsonaro (PSC), no de centro-direita, por exemplo, que hoje estão empatados em segundo lugar nas sondagens eleitorais, tem a mesma dificuldade política para manter seus bons índices nas pesquisas eleitorais depois que a campanha começa, por causa da fragilidade de seus partidos nos principais colégios eleitorais do país.

 

MARCELO TAS GOVERNADOR?

O nome do jornalista e apresentador Marcelo Tas (que era do programa CQC, da Band) é um dos nomes que está sendo “sondado” para ser candidato a governador de SP pela REDE, partido da senadora Marina Silva. O apresentador se projetou na mídia nos anos 80, com o irreverente personagem Ernesto Varela, um repórter que fazia as perguntas mais indigestas e constrangedoras para os políticos da época, muito antes de surgirem os programas de humor irreverente de hoje.

OS “VICES” DE MARINA

As lideranças da REDE também sonham com a possibilidade de ter o senador Álvaro Dias (PODEMOS-PR) como candidato a vice-presidente na chapa encabeçada por Marina em 2018. Outro nome que vem sendo sondado para compor a chapa presidencial junto com a senadora é o do ex-presidente do STF Joaquim Barbosa.

 

BOLSONARO PAULISTA!

Em São Paulo, por exemplo, sem candidaturas fortes ao Governo do Estado e ao Senado, fica mais difícil para suas candidaturas emplacarem e mostrarem peso na campanha de rua.  Bolsonaro, que pensa em trocar o PSC pelo PSDC (controlado pelo eterno candidato Eymael), ainda precisa encontrar nomes com boas possibilidades de dar expressão para seu sonho presidencial.

BOLSONARO PAULISTA

Outra possibilidade que está sendo avaliada por Bolsonaro é a de se filiar ao novo partido que o ex-deputado Valdemar da Costa Neto (PR) pretende fundar, com seus aliados de sempre: o Muda Brasil. A nova legenda poderia dar a Bolsonaro em São Paulo uma boa chapa de candidatos a deputado. Entre eles, Milton Monti e Tiririca, se ambos continuarem acompanhando o chefe Costa Neto, que anda bem enroscado em investigações de corrupção. Toda vez que o nome de seu partido aparece, seu rosto vem colado atrás.

BOMBANDO NA WEB

Para compensar suas estruturas políticas minúsculas, tanto Marina como Bolsonaro vem tendo uma atuação forte nas redes sociais. O partido de Marina faz toda a sua mobilização política na plataforma digital desde a fundação. E os fãs das ideias e posturas conservadoras de Bolsonaro, também encontram na web um vídeo atrás do outro de Bolsonaro e seus filhos, sempre com altos índices de engajamento e polêmica.

Veja também:

  • Vanessa Miranda

    O PT também, sempre que surge uma noticia de corrupção seu nome vem colado atraz, que o diga o senhor Lula

  • Léo Littrell

    Patética a meteria no jornal desse sabado 05/08 – Isso é jornalista de verdade?? chamam bolsonaro de tudo e agora de ator tbem, Infelizmente a mídia esta tão corrompida como o governo e quando aparece alguém autentico e que fala o que pensa, vocês correm pra criticar a pessoa. Incrível como toda matéria só sabem falar de coisas que vocês veem como algo ruim, mas as coisas boas não é dita dos mesmo.