Aplicativo “Baleia Verde” promove a saúde mental entre os alunos do Colégio ADV e a comunidade

Com o objetivo de estimular a saúde mental, o aplicativo "Baleia Verde", desenvolvido pela psicóloga Ana Lúcia Gonçalves, propõe 50 desafios do bem para seus usuários

Colégio ADV – Ensino Fundamental

Na contramão do perigoso jogo da “Baleia Azul”, que promovia desafios extremamente negativos para a vida dos participantes, o Colégio ADV aderiu à ideia do “Baleia Verde”, um aplicativo para celulares IOS e Android que foi desenvolvido e idealizado pela psicóloga Ana Lúcia Gonçalves. O principal objetivo deste é promover a saúde mental e bem-estar na vida das crianças, adolescentes e adultos. “A ideia do aplicativo surgiu quando tomei consciência da existência do jogo “Baleia Azul”, durante uma consulta psicológica. Fiquei imediatamente preocupada com esse assunto, acreditando que, ao invés de focar nos aspectos doentios da questão, deveríamos começar a promover mais a saúde mental. Então, elaborei a ideia do aplicativo “Baleia Verde”, que, assim como o jogo da “Baleia Azul”, também traz 50 desafios. Porém, são 50 desafios do bem!”, afirma a psicóloga Ana Lúcia. “O Colégio ADV comprou a ideia e formou essa parceria”, ressalta ainda.

Você sabia?

O jogo da “Baleia Azul” contava com uma série de desafios prejudiciais à saúde mental e física dos participantes, sendo o final deste acabar com a própria vida

Tecnologia na infância e adolescência

O mundo da tecnologia escancarou as portas para um compartilhamento desenfreado de informações e opiniões nas redes sociais. Além dos riscos inerentes à essa realidade, a atual geração de jovens está cada vez mais ligada e imersa em seus celulares e computadores. A pergunta que fica é: até que ponto isso é positivo?

A Coordenadora Pedagógica, Andressa, e a Psicóloga Ana Lúcia

“É preciso estar atento para identificar a linha tênue entre o que é saudável e o que não é. Por isso, acredito que deva existir um trabalho de policiamento, que, se possível, parta dos próprios jovens, ou até mesmo familiares e educadores em seu entorno. Nossa preocupação é evitar o individualismo que a tecnologia promove, sendo que se perde o contato humano até mesmo com aqueles que dividem a mesma mesa de jantar. Queremos resgatar o respeito ao próximo, os valores da cidadania e o olho no olho”, explica Andressa Milene Parente Nogueira, Coordenadora Pedagógica do Colégio ADV.  Segundo a psicóloga Ana Lúcia, para se alcançar o público infanto-juvenil é preciso mergulhar no mundo deles, “e o mundo deles é o tecnológico, não adianta negarmos isso, mas sim avaliar como essa realidade pode ser usada para a educação. Nos aliando à tecnologia podemos promover bem-estar e saúde”, aconselha.

O aplicativo “Baleia Verde ADV”

Criado pela empresa “Está na Mão Aplicativos”, o “Baleia Verde ADV” já conta com a marca de 1 mil usuários, apenas 2 semanas após seu lançamento. É liberado para qualquer pessoa baixar, e os números seguem crescendo, resultando no retorno positivo até mesmo dos alunos de outras instituições, além dos estudantes do ADV – entre os quais a organização fará sorteios de tênis, uma mochila esportiva e camiseta oficial de seu time, considerando aqueles que completarem os 50 desafios e publicarem fotos de cada um deles nas redes, para confirmação dos organizadores. “Estamos estudando estender essa incentivo para alunos de outros colégios também, por isso, instruímos a já deixarem seus nomes na Secretaria do Colégio ADV. No geral, convidamos toda a comunidade para participar!”, informa a Coordenadora Andressa.

O aplicativo “Baleia Verde ADV” preza pelo equilíbrio pessoal, nas relações interpessoais e no estilo de vida. São 50 desafios que abordam questões relacionadas a:

  • Alimentação
  • Contato com idosos, animais e a natureza
  • Relacionamentos familiares
  • Contato com toda a equipe de trabalho da escola que frequentam
  • Valorização dos professores

Alguns exemplos são os desafios de colher histórias de vida dos idosos – conversando sobre como era o contexto na época deles -, e conversar com um colega de classe que ainda não tenha dialogado. O propósito do aplicativo também permeia a política anti-bullying.

O trocadilho com “Baleia Verde” remete ao sentido das cores, onde o verde representa a esperança e cura. Assim, são esperadas mudanças psicológicas reais nos usuários. “Em um primeiro momento, identificamos o encantamento com a ferramenta, para então perceberem o alcance da proposta, sentindo que podem ser a sementinha de um bem maior. Enxergar o próximo, respeitá-lo e ser participativo de um mundo melhor, são ações que mostram que cada um pode fazer a sua parte. Procuramos trazer o acesso a perspectivas diferentes por meio dessa ideia, trabalhando outra realidade: a de olhar para o outro”, finaliza Ana Lúcia.

Colégio ADV

Sara Lázaro | Diário Botucatu

Ensino Fundamento do 6º ao 9º ano, de 11 a 14 anos.

SERVIÇO: COLÉGIO ADV
Rua Papoula, 230, Vila dos Médicos
14 3354-9748

Veja também: