O jornal diário é um trabalho artesanal…

Redação Diário | Diário Botucatu

Do standard ao pocket: 

Um produto artesanal imaginado por uma cadeia produtiva que não se rende fácil e quer encontrar um novo posicionamento, para conquistar novas gerações de leitores e anunciantes, conectados com as novas linguagens e abordagens do século 21.

Pedro Manhães
Editor DBPRESS

 Somos, aqui no interior paulista, apenas mais um – entre quase três dezenas de jornais diários impressos – que passam por uma situação difícil nestes tempos de crise. A realidade não é muito diferente entre os grandes jornais de circulação nacional. Quem é do setor sabe disso.

 

 

Redação Diário | Diário Botucatu

Desperdício inútil de papel:

O velho papel imprensa parece que já deu o que tinha que dar em termos de possibilidades e de evolução de qualidade. Agora pode virar papel forro de gaiola, papel onde gato faz xixi, já que embrulhar carne no açougue é proibido há duas décadas pela vigilância sanitária.

 

Fazemos um jornal diário hoje com meia dúzia de colaboradores – (até o início de 2017 eram mais de trinta) – que acredito ainda estarem trabalhando ao meu lado por questões muito mais afetivas do que profissionais. Eu, no lugar deles, talvez já tivesse abandonado o barco faz tempo. Não é nada fácil estar por trás deste calhamaço de papel.

 

Também somos apenas mais uma, entre as centenas de milhares de micro e pequenas empresas do país nessa situação. Pequenos comerciantes, pequenos industriais, pequenas empresas de construção civil, pequenas escolas, pequenas lojas de confecção e calçados, pequenas lanchonetes e restaurantes, pequenas empresas do setor de serviços.

 

Redação Diário | Diário Botucatu

Bem mais sustentável:

A mudança para o papel branco, de melhor qualidade, que não suja as mãos do leitor com tinta; e também para um formato menor, mais prático, menos cansativo, é o modelo inicial de um novo conceito de jornal diário impresso a caminho de seu futuro.

 

 

É um grupo enorme de “pequenos”, que geralmente investe em publicidade nos pequenos jornais e outros pequenos meios de comunicação, com preços, condições e alcance bem mais próximos da sua realidade. Os grandes grupos econômicos só gastam dinheiro em propaganda com os grandes grupos de comunicação, não tem tempo pra tomar café pequeno com jornalzinho de cidadezinha.

 

Tenha um bom dia.

E se a sua assinatura não estiver em dia, vou fazer questão de cortar a entrega do seu jornal amanhã. O papel está muito caro e o combustível subiu de novo. Pede logo a segunda via do boleto, vai?! Ajuda a gente a manter em circulação aquele – que até hoje – foi o jornal da sua vida. E quer continuar sendo. Na dúvida, liga pra gente. (14) 3354-5016

Um forte abraço!