São Paulo fecha parceria com 70 municípios e entrega plataforma digital para mais de 287.456 mil alunos

Após piloto com Carapicuíba e Diadema, Secretaria Escola Digital anuncia expansão; Estimativa é chegar a todo o estado até o final de 2018

Reprodução

Cerca de 70 municípios paulistas que juntos atendem aproximadamente 287.456 mil alunos vão entrar para a era digital. A partir de 2018, o sistema da Secretaria Escolar Digital (SED), disponibilizará toda a vida escolar de alunos que estejam matriculados na rede municipal. Isto é, os responsáveis poderão acessar boletim, histórico escolar, avaliação, frequência dos filhos sem precisar ir até a escola. Atualmente, os municípios que disponibilizam essa ferramenta pagam entre R$ 800,00 e R$1.600,00 por escola ao mês.

O Estado está entregando gratuitamente a ferramenta com o objetivo de proporcionar um sistema único, moderno, prático e seguro para guardar as informações de todos os estudantes. Outro benefício é não correr o risco de que os dados caiam nas mãos de terceiros, pois a ferramenta foi criada e é gerida pela própria Secretaria Estadual de Educação. Dentro da plataforma será possível aos estudantes acessar o Caderno do Aluno e visualizar o calendário escolar; aos professores, lançar notas, checar a lista de turmas e receber informações sobre a unidade; e os pais e responsáveis, acompanhar as notas e frequência do aluno, além da agenda de atividades da unidade.

Atualmente, todos os municípios do estado já podem utilizar os módulos “Transporte” e “Concluintes” da ferramenta e somente Carapicuíba e Diadema tinham acesso a todas as funcionalidades. Com o primeiro, a escola consegue identificar os estudantes que precisarão utilizar o transporte escolar e gerenciar essa área e, com o segundo, o estudante recebe o certificado de conclusão de curso no Ensino Médio. A orientação e suporte para o uso da plataforma serão feitas pelo Centro de Vida Escolar (CVESC) e do Centro de Planejamento e Integração de Sistemas (CPLIS).

(Com assessoria)