Rede municipal de ensino realiza simulados para diagnóstico de aprendizagem

Divulgação

A Secretaria de Educação de Botucatu, através das coordenadorias de Ensino Fundamental I e II, começou nesta terça-feira (25) a aplicação de um simulado de Matemática e Língua Portuguesa. A avaliação, que segue até esta quarta (26), abrange cerca de 8 mil alunos do 1º ao 5º ano e 9º anos da Rede Municipal de Ensino.

De acordo com Maria Conceição Degand, coordenadora do Ensino Fundamental I (1º ao 5º ano), o simulado será realizado bimestralmente. O objetivo é contribuir com o aperfeiçoamento do planejamento e das práticas pedagógicas a partir do diagnóstico do nível de aprendizagem dos alunos. Assim, será possível oferecer subsídios  para a formulação de novas estratégias para a melhoria do ensino.

“O simulado trará outros benefícios para a os alunos da Rede Municipal de Ensino, a partir do momento em que o corpo docente receber diagnósticos constantes da aprendizagem, podendo fazer intervenções mais rápidas e assertivas, favorecendo o aprendizado dos alunos, além de acompanhar o desenvolvimento durante o ano letivo”, explica.

Magda Regina Troncarelli, coordenadora do Ensino Fundamental II, a participação dos pais e responsáveis neste processo é muito importante e reuniões estão sendo realizadas para buscar o apoio e participação.

“Os pais estão sendo convidados a participarem de reuniões onde os gestores estão colocando a importância dos simulados e pedindo a colaboração para que nos dias das provas os alunos compareçam e realizem o simulado”, conclui.

 

Prova Brasil
Vale lembrar que no mês de novembro deste ano acontece a Avaliação Nacional do Rendimento Escolar (Anresc) também conhecida como Prova Brasil, em parceria com o Governo Federal, criada em 2005 pelo Ministério da Educação.

Esta prova é complementar ao Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb) e um dos componentes para o cálculo do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Ela é realizada a cada dois anos e participam todos os estudantes de escolas públicas urbanas do 5° e 9º ano do Fundamental, além do 3º ano do Ensino Médio de turmas com mais de 20 alunos.

A avaliação é dividida em duas provas: Língua Portuguesa – onde é medida a capacidade de leitura, interpretação de textos e de fixação da mensagem; e a de Matemática – na qual é avaliado o raciocínio em contexto com a realidade do aluno.