Docente do IB assume o comando da Secretaria de Educação de Botucatu

O professor Valdir Gonzalez Paixão Júnior, docente do Departamento de Educação do Instituto de Biociências (IB), substitui Lucilene Cota no cargo

Redação Diário | Diário Botucatu

Da Redação

Depois de dedicar boa parte da vida ao ensino e de atuar durante os últimos anos no meio acadêmico e científico, o professor Valdir Gonzalez Paixão Júnior, docente do Departamento de Educação do Instituto de Biociências (IB) da Unesp e ex-dirigente Regional de Ensino (2011/2012), assumiu, dia 7 de junho, o cargo de secretário Municipal de Educação de Botucatu. Paixão foi convidado pelo prefeito Mário Pardini para assumir a pasta que antes era comandada por Lucilene Cota.

Doutor em Sociologia pela Unesp de Araraquara, (2008), mestre em Ciências da Religião e graduado em Filosofia e Pedagogia, Paixão é professor assistente doutor junto ao Departamento de Educação do IB/Unesp. Trabalha com as linhas de pesquisa Ética, Bioética e Educação, Bioética e complexidade, Educação em Direitos Humanos e formação escolar, Bioética, Direitos Humanos e Segurança Alimentar e Nutricional e Bioética e estudos em Hans Honas. Foi coordenador de área do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid), Subprojeto do Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas do IBB/Unesp desde 2014 e membro titular do Núcleo de Bioética em Situação Clínica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB). Possui pós-doutorado em Bioética pelo Centro Universitário São Camilo e foi vice-chefe do Departamento de Educação do IB/Unesp.

Ao discursar durante a cerimônia em que tomou posse do cargo de secretário da Educação, com a presença dos professores Cesar Martins e Luiz Fernando Rolim de Almeida, diretor e vice-diretor do IB, respectivamente; de Mário Pardini e André Peres, prefeito e vice-prefeito de Botucatu; além de vereadores, secretários, amigos e outras autoridades locais, Paixão relembrou uma entrevista que concedeu ao então jornal Diário da Serra, em 2009, quando ingressou na Academia Botucatuense de Letras (ABL). Na oportunidade, Paixão foi questionado sobre o que faltava para se tornar secretário de Educação.

“Respondi que minha passagem pela Diretoria Regional de Ensino me dava a oportunidade de aprender com os colegas mais antigos de casa, me dava traquejo para lidar com a legislação e de estar em contato com as escolas para entender as dificuldades. Mas me faltava experiência. No entanto, afirmei que, quando tivesse uma oportunidade, agarraria”, contou o secretário. “Ainda estou em fase de preparação, mas sei que este é o momento. Venho para ensinar e também para aprender”, garante.

Paixão destacou que traz consigo grandes expectativas ao iniciar essa nova etapa de sua vida profissional. “Não vejo graça em outra coisa, que não seja na Educação. Não seria outra coisa profissionalmente. Aqui eu me encontro, me sinto bem, consigo sonhar e ter esperança. Aqui eu dedico meu trabalho e minha vida. Tenho muito desejo de acertar, mas não acertarei sempre, por ser demasiado humano. Mas estarei focado em resultados”, frisou, destacando que fará sua gestão de dentro das escolas.

Ao se referir ao novo secretário de Educação, o prefeito Mário Pardini destacou que, desde que conheceu o professor Valdir Paixão, aprendeu a admirá-lo. “Tivemos algumas conversas no final do ano passado e também neste ano, que me fizeram convidá-lo a assumir a pasta da Educação. Uma das áreas mais complexas, porém nobres, do governo. Você terá a responsabilidade de conduzir cerca de 15 mil jovens e crianças e buscar soluções que visem torná-los mais competitivos, com mais oportunidades, para que possam trilhar caminhos de sucesso”, coloca o prefeito.

Professor Cesar Martins, diretor do IB/Unesp, garante ser uma grande satisfação para a Universidade colaborar com o município via atuação de representante de seu corpo docente na administração pública. “Isso demonstra que temos profissionais capacitados para contribuir, não apenas no ambiente acadêmico e científico, mas também no poder público, para a construção de um futuro melhor para nossos jovens”, declara o dirigente. (Com Assessoria)

 

Veja também: