Candidatos a prefeito debatem políticas públicas culturais

Quatro candidatos compareceram ao encontro promovido pelo Conselho Municipal de Cultura, e apresentaram seus planos de governo na área

Candidatos foram convidados a apresentar suas propostas para a área da CulturaDivulgação
Candidatos foram convidados a apresentar suas propostas para a área da Cultura

Na noite de segunda-feira (26), os candidatos a prefeito se reuniram no Espaço Cultural com membros do Conselho Municipal de Cultura de Botucatu (CMC) e com a população para uma conversa sobre políticas públicas culturais. Apesar de todos terem recebido, em mãos, o convite para o encontro, o candidato pedetista Antonio Mário Ielo não compareceu, e nem o seu vice Caco Colenci (PV). Já Mário Pardini (PSDB) e Daniel de Carvalho (PSOL) estiveram presentes, assim como Cátia Fonseca (PT) e Lelo Pagani (REDE), vices de Érick Facioli (PT) e Reinaldinho (PR), respectivamente, representando os planos de governo das chapas.

De acordo com o jornalista e membro do CMC Sérgio Viana, foi decidida na última reunião do conselho desse mês a iniciativa de reunir os candidatos para debater sobre cultura. “Para saber o que os candidatos têm para oferecer, para propor para a área de cultura, e principalmente sobre o aumento efetivo do orçamento da cultura que hoje, segundo o próprio secretário [Osni Ribeiro], que também é membro do conselho, reconhece que não é o suficiente”, coloca. “Saber o que eles consideram participação popular e como eles veem a participação do conselho, se eles procurariam ou não a participação do conselho”, completa Viana.

Para o encontro, todos os candidatos receberam, com uma semana de antecedência, perguntas feitas pelo conselho, cujas respostas foram ouvidas em 10 minutos durante o evento. Para os membros do CMC, o saldo do evento foi positivo, afirma Viana. “Depois do encontro alguns de nós conversamos e tiramos um saldo muito positivo, porque o fato de os candidatos terem ido até lá já demonstra uma preocupação, uma certa dedicação com a cultura. Todos que foram demonstraram interesse e vontade de estar dialogando sobre o assunto, e principalmente apresentaram as propostas que eles têm para a área de cultura”.

Ele também destaca que foi um momento importante para o próprio CMC, que mostrou o reconhecimento dos candidatos ao conselho, que foi reativado esse ano. Cerca de 40 pessoas também estiveram presentes no encontro.

Continuidade aos projetos da atual gestão

Para o membro do Conselho Municipal de Cultura (CMC), Sérgio Viana, a atual gestão da prefeitura trouxe avanços para a área cultural, mas é preciso que seja um processo contínuo. “Não podemos negar que esse governo trouxe equipamentos culturais novos, acho que a principal conquista que vemos na área da cultura são equipamentos como a Casa da Juventude, o Cine Teatro Nelli, a Pinacoteca”, coloca Viana. “Mas vai ficar um vácuo também. Ao mesmo tempo em que essas melhorias chegaram, agora tem que saber como elas serão administradas e geridas, porque são novos equipamentos, que precisam de novos recursos, precisa investir, não dá só para ter”.

No encontro de ontem, uma das perguntas feitas pelo conselho foi sobre a manutenção dos equipamentos, atividades, programas e eventos culturais em desenvolvimento agora no município. De forma unânime, os candidatos responderam que a proposta é dar continuidade e trabalhar lado a lado com o CMC.

Você também pode conferir toda a conversa através do vídeo abaixo:

 

Veja também: