Semana Santa é época de comer Bacalhau

Peixe e o mais consumido na Sexta-feira Santa por ser uma tradição católica e portuguesa

Neste domingo e celebrado o Domingo de Ramos, dia que dá início a Semana Santa, um dos períodos mais importantes para os católicos, já que celebra a morte em cruz de Jesus Cristo.

Os católicos têm vários ritos para este período e entre eles está a tradição de comer bacalhau na sexta-feira. Mas por que bacalhau? A resposta é obtida através da história.

Reprodução
Tradição de consumir o bacalhau veio dos portugueses

A primeira explicação vem com a quaresma, que são os quarenta dias entre a Quarta-feira de Cinzas e o Domingo de Ramos (um domingo antes da Páscoa), onde os católicos não devem comer carnes vermelhas, isso em sinal de respeito a morte de Jesus Cristo. Mas peixe está permitido, já que peixe não tem sangue.

Por isso, ao longo deste período, os católicos aumentam o consumo de peixe. Mas como o bacalhau entra nesta história? Nossa herança portuguesa. Como o Brasil foi colonizado pelos portugueses, adquirimos vários hábitos deles e o bacalhau foi um deles. Portugal é o maior produtor mundial de azeite e também exportador de bacalhau, por isso o Bacalhau do Porto, cidade portuguesa que foi a primeira no mundo a processar e vender bacalhau pelo mundo. Por essa tradição, o bacalhau do Porto é tido como um dos melhores do mundo.

O consumo de bacalhau não é obrigado pela Igreja Católica, mas virou uma tradição entre as famílias brasileiras.

 

Bacalhau ou peixe salgado?

Existem mais de 60 espécies pelo mundo, mas apenas duas são mais consumidas: o bacalhau da Noruega e o Bacalhau do Alaska. O bacalhau é consumido salgado também por tradição dos portugueses, que pescavam os peixes durante grandes expedições e para não estragarem, salgavam o bacalhau para aumentar o período de conservação.

A questão é que nem sempre os peixes salgados que encontramos no mercado são bacalhau. Ling, Saithe e Zarbo, por exemplo, são só peixe salgado e não bacalhau. Eles têm formatos e carnes semelhantes e são mais baratos que o tradicional bacalhau, porém são apenas outra espécie de peixe.

 

Sugestão do Diário

Para quem gosta de seguir a tradição ou simplesmente aprecia o bacalhau, o Diário traz uma sugestão de receita para você preparar na sexta-feira. A dica aqui e dessalgar o bacalhau, processo que deve começar pelo menor 24 horas antes do preparo da receita.

Para tirar o sal é preciso deixar o peixe de molho em água fria e trocar a água a cada três ou quatro horas. Fazendo assim, a carne fica macia e sem sal.

 

 

Bacalhau com azeite

Ingredientes

  • 2 postas de bacalhau dessalgado
  • 3 batatas
  • Azeitonas pretas a gosto
  • 500 ml de azeite
  • 1 cebola cortada em meia-lua

Modo de preparo: Coloque em uma travessa uma camada de batatas descascadas e cortadas em fatias, uma camada com as postas de bacalhau e, por cima, jogue bastante azeite e acrescente as azeitonas pretas. Leve ao forno preaquecido a 180º C, coberto com papel-alumínio, por 40 minutos. Retire o papel-alumínio, salpique as rodelas de cebola. Deixe mais 15 minutos no forno. Sirva com arroz branco.

Veja também: