Pizza de liquidificador

Redação Diário | Diário Botucatu

INGREDIENTES:

1 xícara (chá) de leite

1 ovo

1 colher (chá) de sal

1 colher (chá) de açúcar

1 colher (sopa) de margarina

1 e 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo

1 colher (sobremesa) de fermento em pó

1/2 lata de molho de tomate

MODO DE PREPARO:

No liquidificador bata o leite, o ovo, o sal, o açúcar, a margarina, a farinha de trigo e o fermento em pó até que tudo esteja encorporado

Despeje a massa em uma assadeira para pizza untada com margarina e leve ao forno preaquecido por 20 minutos

Retire do forno e despeje o molho de tomate

Cubra a massa com mussarela ralada, tomate e orégano a gosto

Leve novamente ao forno até derreter a mussarela

SUGESTÃO DE RECHEIO

250 g de mussarela ralada grossa, 2 tomates fatiados, azeitona picada e orégano a gosto.

 

Você sabia?

A história da pizza começou com os egípcios.Acredita-se que eles foram os primeiros a misturar farinha com água. Outros afirmam que os primeiros foram os gregos, que faziam massas a base de farinha de trigo, arroz ou grão-de-bico e as assavam em tijolos quentes. A novidade foi parar na Etrúria, na Itália.

 

Ao contrário do conhecimento popular e do fato ser considerada tipicamente italiana, os babilônios, hebreus e egípcios já misturavam o trigo e amido e a água para assar em fornos rústicos há mais de 5 000 anos. A massa era chamada de “pão de abraão”, era muito parecida com os pães árabes atuais e recebia o nome de piscea.

 

Os fenícios, três séculos antes de Cristo, costumavam acrescentar coberturas de carne e cebola ao pão; os turcos muçulmanos adotavam esse costume durante a Idade Média e, por causa das cruzadas, essa prática chegou à Itália pelo porto de Nápoles, sendo, em seguida, incrementada, dando origem à pizza que conhecemos hoje

Veja também: