Parcelamento de débitos do MEI começa em Botucatu


Inadimplência dos Microempreendedores Individuais chega a 58,52% em Botucatu; MEIs terão até 120 meses para pagar boletos em atraso

 

Redação Diário | Diário Botucatu

Os Microempreendedores Individuais (MEI) de Botucatu que têm boletos mensais em aberto, até maio de 2016, poderão parcelar os débitos em até 120 meses a partir desta segunda-feira, dia 3. Essa é a primeira vez que esse segmento empresarial poderá pagar os impostos devidos em prestações, que devem ter valor de pelo menos R$ 50.

Em Botucatu, de acordo com números de janeiro da Receita Federal, 58,52% dos MEIs estão com boletos em atraso. Ou seja, dos 6.864 Microempreendedores Individuais ativos, 4.017 estavam inadimplentes.

De acordo com o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, 60% dos microempreendedores individuais possuem boletos atrasados. “É sempre preocupante a inadimplência, principalmente diante de um programa de redução da informalidade com valores reduzidos. O maior prejudicado com a falta de pagamento da contribuição mensal é o próprio MEI, por isso, nos empenhamos para conseguir junto à Receita Federal esse parcelamento”.

Afif destaca ainda que quem parcelar seus débitos poderá reaver os direitos previdenciários como aposentadoria, auxílio-doença ou licença-maternidade, além de participar de licitações com os governos Federal, estaduais e municipais. O prazo para aderir ao programa de renegociação das dívidas em até 120 parcelas é de 90 dias, ou seja, os MEI com parcela em atraso têm até o dia 2 de outubro para aproveitar essa oportunidade. Quem perder esse prazo poderá continuar dividindo os débitos, mas o parcelamento será de apenas 60 meses. (Com Assessoria)

Veja também: