“É infração grave”, afirma capitão da PM sobre ônibus que converteu em avenida

O capitão da Polícia Militar de Botucatu, Alexandre Cagliari, foi procurado pela equipe de reportagem do Diário para comentar o vídeo em que um motorista de ônibus faz uma conversão proibida na Avenida Santana. Ao ver as imagens, o capitão ficou surpreso com o desrespeito às leis de trânsito e também ao risco que o motorista expôs passageiros e demais motoristas que circulavam na via.

“Isso vai contra todas as regras e leis de trânsito. Nesse caso, o motorista tem um agravante ainda maior por transportar outras pessoas. Esse motorista foi muito imprudente, não há nada que justifique essa atitude, até porque ele poderia no quarteirão de baixo ter feito o quadrado e retornado na mesma rua sem infringir nenhuma lei de trânsito”, afirma.

Se caso houvesse um policial no local, o motorista seria autuado por conta de uma infração de trânsito grave, e receberia uma multa de cerca de R$ 190. “A polícia não pode autuar com base em vídeos e fotos, é preciso ter a presença do policial no local da infração. Essa é uma das dificuldades que a lei nos impõe com relação a fiscalização”, explica o capitão.

Para Cagliari, a educação para o trânsito é a melhor forma para se evitar esse tipo de atitude. “O trânsito é obrigação e responsabilidade de todo mundo, seja motorista, motociclista, pedestre, não importa, todos são responsáveis pela segurança no trânsito”, afirma.

Ainda sobre educação para o trânsito, o capitão da PM dá um “puxão de orelha” no motorista que gravou o vídeo. “Pelas imagens, não posso dizer com certeza, mas me parece que quem filmou essas imagens foi a pessoa que estava dirigindo o carro, ou seja, ele quis alertar para uma infração cometendo outra, afinal, não é permitido o uso de celular ao volante”, frisa.

O capitão da PM também questiona a permissão para se converter à esquerda, principalmente na Avenida Dom Lúcio. “Nesse caso, o motorista não poderia converter de jeito nenhum, há placa sinalizando, semáforo, mas esse tipo de conversão é muito comum aqui em Botucatu e causa muitos acidentes. Não cabe à PM esse trabalho, mas sim à Semutran que tem seus estudos e realiza o emplacamento das vias, mas talvez rever essas conversões à esquerda ajudaria a evitar acidentes”, finaliza.

Saiba mais:

Veja também: