Botucatu se prepara para receber ações para diminuir o trânsito

Por conta da proximidade das festividades de aniversário, centro histórico da cidade também será interditado

Sidney Trovão
Motoristas sentem o aumento da frota de veículos especialmente em interdições no centro

A cidade de Botucatu conta atualmente com uma frota de 96.028 veículos e embora a estimativa da secretaria adjunta de Mobilidade Urbana indique que a marca de 100 mil seja alcançada apenas em dezembro de 2018, ações que visam diminuir os problemas com o fluxo intenso de veículos, principalmente nas regiões centrais da cidade, terão início ainda este ano.

Sidney Trovão
Rodrigo Fumis: “Dos 96.028 veículos que nós temos hoje na cidade, 59.975 são carros”

O secretário adjunto de Mobilidade Urbana, Rodrigo Fumis, fala sobre as ações e suas possíveis datas de início. “Nós pretendemos fazer alterações nos tempos semafóricos e também algumas mudanças de trânsito, como, por exemplo, inversões dos ‘pares’ na Rua Stélio Machado Loureiro para quem acessa o [Elevado]Bento Natel. Em maio nós também devemos iniciar campanhas educativas que incentivam a carona solidária em escolas e faculdades”.

Fumis também aponta quais são os veículos que mais contribuem para o alto número da frota em Botucatu. “Dos 96.028 veículos que nós temos hoje na cidade, 59.975 são carros, aproximadamente 18.300 são motos e os 17.753 restantes correspondem a ônibus e caminhões”.

 

“Projeto Botucatu 2025”, que deveria amenizar trânsito, segue sem novidades

O “Projeto Botucatu 2025” foi lançado pela Prefeitura Municipal de Botucatu em agosto de 2013 com uma proposta de avanço na construção de um rodoanel que deveria circundar a cidade, o que contribuiria para a melhor e maior distribuição do fluxo de veículos. Entretanto, quase quatro anos após o lançamento do projeto, pouco se viu a respeito de sua concretização.

Em conversa com o secretário adjunto de Mobilidade Urbana do munícipio, Rodrigo Fumis, ele afirmou ao Diário que ainda não tem nenhuma novidade a respeito do projeto, que, segundo ele, está aos cuidados da secretaria de Planejamento (atual escritório municipal de Projetos).

A reportagem também tentou estabelecer contato com o responsável pelo escritório de Projetos, Sergio Bacchi, para obter maiores informações, mas até a publicação da reportagem o retorno não havia sido feito.

 

Por falar em trânsito, fique por dentro das interdições dos próximos dias

Por conta da montagem das estruturas do palco que receberá os shows em comemoração ao aniversário de 162 anos de Botucatu, o centro histórico da cidade terá algumas vias interditadas.

Segundo informações divulgadas pela Prefeitura Municipal a primeira interdição teve início no último sábado (8) no bolsão de estacionamento da Escola Estadual Cardoso de Almeida (EECA). Já a segunda interdição começou ontem (10), no bolsão de estacionamento em frente à Praça Rubião Júnior e em meia pista do Largo da Catedral.

Já na próxima quinta-feira (13), o acesso ao Centro Histórico fica totalmente interditado. Na sexta (14) o acesso volta a ser liberado.

No sábado (15), a partir das 18h, o local volta a ficar fechado e assim se mantém até domingo (16).

Na segunda (17) a previsão é que o trânsito volte a fluir normalmente.