CAMINHOS da COMPREENSÃO

Reprodução

CONFORTO ESPIRITUAL  –   P. EZEL*
Os espíritas entendem que reencarnar aqui na Terra é uma oportunidade concedida ao espírito pela Bondade Divina. É uma chance de aprendizado – tantas vezes adiado por nós mesmos. Entendem também que existem duas maneiras para compreender estes princípios esclarecedores. São os caminhos da compreensão: pela luz do entendimento ou pela dor.

Lembramos aqui o preclaro Richard Simonetti, da vizinha cidade de Bauru, que sempre estimulou o estudo do Evangelho segundo a Doutrina Espírita codificada pelo insigne Allan Kardec ( 1804- 1869 ) como meio de progresso espiritual. Richard muitas vezes esteve palestrando em Botucatu, onde foi importante incentivador da Feira do Livro Espírita ( 1964 ), do Clube do Livro Espírita ( 1975 ), bem como apoiador importante – junto com o Instituto de Difusão Espírita de Araras-SP – na fundação ( 1976 ) da Banca do Livro Espírita ( Praça Isabel Arruda – veja foto ao lado ). São ferramentas úteis para nosso estudo. Ele afirmou em artigo recente ( ‘Sete Dias da Semana’, 2017 ) a lição alternativa do nosso aprendizado pela sentida via da dor:

“Todos assumimos determinados deveres ao reencarnar.

  As próprias circunstâncias da vida terrestre nos induzem ao cumprimento daqueles relaciona­dos com família, profissão, vida social.

Os mais difíceis dizem respeito aos ideais de espiritualidade, nos domínios da religião, por­quanto estes dependem, essencialmente, de nossa disposição em cogitar deles. Por isso, não raro, so­mente despertamos para esse esforço com as cla­rinadas do sofrimento.”

 

Desejamos a todos os leitores muita paz neste mês de luzes que se inicia.

 

*Colaborador para esta Coluna Espírita.

 

Veja também: