E agora!? Quem vai indenizar as vítimas que a JBS deixou no caminho?

Redação Diário | Diário Botucatu

“A história dos Irmãos Batistas, da JBS, não parece ser muito diferente da história de outro Batista, o Eike, aquele que parecia viver no mundo da Xuxa, de tanto “X” que esparramou mundo afora. Realmente, o Brasil primeiro viu petróleo e dinheiro no meio da ventania, mas pode acreditar: agora tem boi voando. E batendo as asas contra o vento. É o único jeito de não cair e espatifar a cara no chão”

 

Redação Diário | Diário Botucatu

DEI RISADA… Pelo amor de Deus. Ouvi essa ontem na rua.

#ABREASPAS – “Pedrão, cê num sabe. Sabia que já tem gente tendo que explicar por aí  que Igreja Batista não tem nada a ver com Eike Batista, Joesley Batista e Wesley Batista?! É um exagero, né?”  -#FECHAASPAS

 

O Brasil começa a ouvir neste momento todos os detalhes da meteórica história de sucesso empresarial dos Irmãos Batista, que a gente se acostumou a chamar de pessoal da Friboi, por causa dos belos comerciais da TV e dos grandes anúncios nas páginas das principais revistas e jornais do país.

Mas o AgroNegócio brasileiro é muito maior do que essa farra do boi, mais uma que nos envergonha pelo mundo afora. E essa história toda já chegou bem longe, manchando a imagem de um setor importante, estratégico e com futuro sempre promissor para ajudar a fortalecer a nossa economia.

Quando a gente vê esses escândalos envolvendo uma empresa, precisa lembrar que existem por aí, acordando cedo pra cuidar do pasto ou da plantação, uma legião enorme de empreendedores, ralando todo dia, para que os produtos brasileiros sejam respeitados e admirados no mercado interno e também em outros cantos desse planeta.

Veja também: